Quem Somos

SOBRE

NOSSA MISSÃO

“Transformar vidas e proporcionar independência e autonomia por meio da qualificação profissional”

 

NOSSA ATUAÇÃO

O Fundo Social de São Paulo, criado em 1968, tem como objetivo principal desenvolver a promoção de autonomia e geração de renda  para pessoas em situação de vulnerabilidade social através de escolas  gratuitas de qualificação nas áreas de Beleza, Bioconstrução, Gastronomia, Informática, Mecânica e Moda.

Estruturalmente, o Fundo Social é dirigido por um Conselho Deliberativo composto por sete membros, com mandato de dois anos e recondução permitida, atualmente sob a presidência da Primeira-Dama do Estado e da Presidência Executiva escolhida pelo governador do Estado.

O Fussp também presta apoio técnico aos Fundos Municipais; com isso é possível descentralizar suas atividades e fortalecer o apoio das cidades paulistas nas atividades sociais melhorando  a qualidade de vida das  pessoas em situação de vulnerabilidade social.

 

NOSSA SEDE

A atual sede do Fussp está inserida num ponto tradicional da capital paulista, o Parque Doutor Fernando Costa, mais conhecido como Parque da Água Branca.

Criado em 02 de junho de 1929 pelo então Secretário da Agricultura Dr. Fernando Costa, o prédio foi construído no estilo Normando, projetado por Mário Whately, com vitrais fabricados pela Casa Conrado, em estilo Art Déco, desenhados por Antônio Gomide.

Em 1996, o complexo, que pertence à Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, foi tombado pelo CONDEPHAAT, Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico.

Antes de se tornar sede do Fundo Social, o edifício abrigava o Departamento de Produção Animal do Parque Dr. Fernando Costa e, posteriormente, a Divisão Regional Agrícola.

Em 1980, o então governador Paulo Maluf, transferiu para o endereço a sede do Fundo de Assistência Social, chamado hoje de Fundo Social de de São Paulo.

A antiga sede no Palácio dos Campos Elíseos
A antiga sede no Palácio dos Campos Elíseos

O primeiro local que abrigou o Fundo Social foi o Palacete Elias Chaves, na antiga Chácara dos Bambus, onde atualmente fica a Avenida Rio Branco.

Construído no final do século XIX pelo fazendeiro de café Elias Antônio Pacheco, é uma réplica do Castelo de Écouen, na França, do século XVI.

O prédio foi adquirido em 1911 pelo governador Albuquerque Lins e, em setembro de 1912, foi inaugurado pelo governador Rodrigues Alves, como Palácio dos Campos Elíseos. Durante 52 anos, o palacete foi sede do governo paulista.

Em 27 março de 1968, o Palácio dos Campos Elíseos passou a abrigar a sede do “Fundo de Assistência Social do Palácio do Governo”, criado pelo governador Roberto Costa de Abreu Sodré.

A primeira dirigente da instituição foi Maria do Carmo Mellão de Abreu Sodré.