sábado, 20/04/2019

Fundo Social inicia implantação da Praça da Cidadania

Projeto vai levar capacitação profissional e empreendedorismo, através da economia e cuidados ambientais

O Novo Fundo Social de São Paulo, o FUSSP, já iniciou a implantação de duas unidades da Praça da Cidadania, uma no bairro do Capão Redondo, na Zona Sul da capital paulista, e outra no Jardim Santo André, em Santo André, no ABC.

Imagem ilustrativa

O projeto contempla a construção de espaços coletivos ecológicos destinados à população em situação de vulnerabilidade social com objetivo de promover convívio, capacitação profissional pelas novas escolas do FUSSP e geração de renda através de um programa de empreendedorismo regional.

Nestes locais haverá espaços para cursos e oficinas, apoio jurídico, quadra poliesportiva, horta social, comércio, coworking, Wi-Fi, estação de gestão de resíduos e parque infantil, além de uma agência do Banco do Povo para análise e aprovação de microcrédito.

Desde o início de abril, nos dois terrenos escolhidos para receber as unidades, já estão ocorrendo atividades que integram o projeto de construção.

Em Santo André, por exemplo, já foram realizadas aulas de agrofloresta com a criação do jardim frutífero da unidade. Cursos de manicure e corte e costura também já foram ministrados no local.

Curso de Agrofloresta

Turma do Curso de Manicure e Pedicure

No bairro do Capão Redondo, uma oficina sobre horta social será implementada e ministrada no local ainda neste mês.

A manutenção e administração das unidades serão feitas por um Conselho Gestor constituído pela comunidade, FUSSP, CDHU, prefeituras e demais órgãos envolvidos no projeto.

A Praça da Cidadania tem custo aproximado de R$ 3 milhões e será construída em parceria com a iniciativa privada.

Saiba mais:

Bioconstrução

A Bioconstrução engloba diversas técnicas de arquitetura e a preocupação ecológica está presente desde a concepção até a ocupação. Parte da própria construção das praças será através dos cursos da Escola de Bioconstrução.

Biodigestor
O biodigestor que será implantado na Praça da Cidadania é uma solução sustentável que transforma resíduos orgânicos em biogás e biofertilizante. O tratamento da matéria orgânica através desse equipamento, por exemplo, pode produzir gás de cozinha e/ou energia elétrica. A construção do sistema dura em média 3 dias.

Compartilhe

Últimas Notícias

Fundo Social SP faz doação do salário do governador para hospital de Catanduva

Hospital do Câncer de Catanduva vai investir o valor no tratamento de radioterapia A primeira-dama do Estado de São Paulo e presidente do Conselho do Fundo Social SP, Bia Doria, e o presidente executivo do órgão, Filipe Sabará, entregaram neste sábado, (25/05), para a Fundação Padre Albino – Hospital do Câncer de Catanduva, o cheque

Fundo Social de São Paulo vai receber doação de café colhido no maior cafezal urbano do mundo

O cafezal fica dentro do Instituto Biológico de SP, localizado na Vila Mariana, zona sul da capital paulista. Neste sábado (25/05), uma cerimônia marcou o início da colheita dos grãos que serão moídos e torrados pela Secretaria Estadual de Agricultura e depois entregues ao Fussp, que destinará o produto à entidades cadastradas. No evento, o

Governo de SP lança a Campanha do Agasalho 2019

Campanha é uma iniciativa do Fundo Social de São Paulo O Governador João Doria, a Primeira-dama e Presidente do Conselho do Fundo Social de São Paulo, Bia Doria, e o Presidente Executivo, Filipe Sabará, lançaram nesta segunda-feira (20), no Palácio dos Bandeirantes, a Campanha do Agasalho 2019. “Historicamente, há mais de 50 anos o Fundo